segunda-feira, 11 de maio de 2009

Obras de Tarsila e Portinari são roubadas



Figura em Azul/1923 - Tarsila do Amaral
81,5x60cm avaliada em 1,2 milhões




O Cangaceiro/1956 - Portinari
80x100cm avaliado em 1,2 milhões



Retrato de Maria/1934 - Portinari
64x61cm avaliado em R$ 400 mil reais



É inacreditável imaginar que uma família rica do kilate dos Maksoud, proprietários do hotel que leva o mesmo nome, não se preocupassem em segurar as obras de arte que puderam amealhar ao longo da pródiga vida...
Se o alvo dos larápios tivesse sido um museu, que tem seus recursos escassos porque vivemos num país onde a memória cultural não merece cuidados e NÃO DÁ VOTO PARA NINGUÉM, nada de novo! Mas, convenhamos! Ou esta família não tinha noção do valor destas obras ou é pouco caso (também!!!) com os objetos de arte que possuem.



2 comentários:

Ricardo Kersting disse...

Liz, também fiquei boquiaberto ao ver que a casa não tinha"nenhum" sistema de segurança. Dois vigias que mal conseguiram articular uma frase inteira, eram os responsáveis pela guarda do patrimônio da família. Mas o que mais me causou estranheza foi o comentário de um apresentador em grande rede nacional, palavras dele:"Os ladrões não sabiam o que estavam procurando, roubaram os quadros sem saberem o seu valor".
Muito engraçado, não sabiam o valor e roubaram as telas mais valiosas do acervo. Só rindo mesmo.
Abraços.

claudio boczon disse...

pelo menos não é mais uma tentativa de fraudar seguradora...